Revestimentos para piscina: conheça os 5 tipos mais utilizados

revestimentos para piscina
Revestimentos 26 de fevereiro de 2019

Revestimentos para piscina: conheça os 5 tipos mais utilizados

Ter uma piscina em casa é sinônimo de lazer e diversão para a família toda. Mas para que todos possam aproveitar bons momentos, é preciso que os cuidados comecem ainda na fase de planejamento. Nessa hora, costumam surgir dúvidas sobre os tipos de revestimentos para piscina e qual seria o ideal para seu projeto.

Acertar na escolha do revestimento pode fazer toda a diferença e refletir em uma piscina segura, moderna e com um visual sofisticado. Antes de tudo, você deve pensar no investimento que está disposto a fazer e no tipo de efeito que se pretende causar. Ao ter essas duas questões bem definidas, fica bem mais fácil criar a piscina de seus sonhos.

Para te ajudar nessa missão, trouxemos os 5 tipos de revestimentos para piscina mais utilizados. Confira!

Cuidados para garantir a qualidade do revestimento

Antes de falarmos sobre os tipos de revestimentos, é preciso levar em conta alguns cuidados essenciais que influenciam na qualidade do projeto final.

A composição química da água precisa ser analisada, já que pode sofrer alterações de região para região e acabar comprometendo a conservação da piscina. Alguns minerais presentes na água reagem com o cimento da argamassa e do rejunte, dissolvendo-o com pouco tempo de uso.

Alguns produtos de limpeza e tratamento também podem diminuir a vida útil dos revestimentos e rejuntes. Dessa maneira, os materiais de fixação, assentamento e rejuntamento precisam ser de extrema qualidade para garantir a durabilidade do revestimento.

Outro fator a ser levado em consideração é a capacidade de absorção de água pelo revestimento. Caso ele seja muito poroso, corre-se o risco de haver expansão e desprendimento do material.

Para que isso não aconteça, é necessário realizar a impermeabilização da piscina, sobretudo as de alvenaria e as fabricadas com concreto armado, já que ambos os materiais são permeáveis. O melhor método de impermeabilização depende do tipo de revestimento que se pretende utilizar, podendo ser feito com argamassa aditivada, pintura cimentícia, manta asfáltica, entre outros.

Quais os tipos de revestimentos para piscina mais comuns?

Como a piscina é planejada para durar décadas, a escolha certa do revestimento e a boa qualidade do material podem te livrar de dores de cabeça por ano. A escolha depende, sobretudo, do investimento que você está disposto a fazer e do efeito que se pretende causar. Confira os revestimentos para piscina mais comuns e escolha o que mais combina com seu projeto!

Azulejo

Um dos materiais mais tradicionais e de baixo custo, a grande vantagem dos azulejos é a variedade de formas e cores. Apesar dessa variedade, o mais recomendado é optar por aqueles que não possuem uma superfície tão lisa e sejam próprios para áreas molhadas.

Em piscinas mais antigas, a utilização de azulejos que não eram próprios para essa área acabavam causando problemas e comprometendo a qualidade do revestimento. Por isso, é tão importante utilizar azulejos específicos para piscina. Hoje, já existem uma variedade de opções que garantem durabilidade e maior permanência da cor original.

A aplicação do material é semelhante à realizada em banheiros e áreas molhadas. Para criar um efeito visual atrativo, é possível brincar com as peças e utilizar diferentes formatos, tamanhos e cores.

Mas vale lembrar que a cor do azulejo influencia diretamente na cor da água. Dependendo da escolha, ela pode ficar com um tom mais azulado ou esverdeado. Portanto, tenha cuidado na hora de escolher a cor e procure saber qual será o resultado final da cor da água.

Apesar de serem resistentes, os azulejos são mais propensos à criação de limo. A limpeza deve ser feita regularmente com escovas e sabão.

revestimentos para piscina

Cerâmica

A cerâmica é mais um dos tipos de revestimentos para piscina bastante tradicional e amplamente utilizado em diferentes projetos, sobretudo em piscinas com áreas maiores.

Uma grande vantagem da cerâmica é que, por ser resistente e bastante durável, é possível manter suas características originais por muito mais tempo. Além disso, dificilmente o material irá acumular sujeira, já que o tipo de argamassa de rejunte é mais flexível.

A cerâmica também permite criar piscinas com um visual moderno e atrativo por meio de seu aspecto esmaltado, fosco ou rústico. E, assim como os azulejos, também possuem variedade de cores, formas e tamanhos.

Além dessas vantagens, a cerâmica possui um excelente custo-benefício, uma vez que une resistência e durabilidade a um preço mais baixo em relação a maioria dos outros tipos de revestimento.

revestimentos para piscina

Pastilhas de vidro

Apesar de não serem tão vantajosas como o azulejo e cerâmica em relação ao custo-benefício, já que possuem um valor mais elevado e maior tempo de instalação, as pastilhas de vidro são extremamente duráveis e permitem a criação de mosaicos personalizados.

Por serem pequenas, as pastilhas podem acompanhar o formato o formato e tamanho da piscina, mesmo que ela possua curvas. Mas para que o projeto fique com o visual que você deseja, é preciso contratar mão de obra especializada, o que pode tornar os custos ainda mais caros.

Em relação à manutenção e limpeza, o material não demanda produtos especializados e, dificilmente, acumula limo. O único cuidado é ficar atento aos produtos químicos utilizados para o tratamento da água, já que podem comprometer a durabilidade das pastilhas.

revestimentos para piscina

Vinílicos

Muito utilizado na fabricação de piscinas prontas, os revestimentos vinílicos também são uma boa opção para piscina de alvenaria. Nesse caso, a piscina é construída normalmente e a aplicação do vinil ocorre após a finalização da obra.

Uma das grandes vantagens é seu baixo custo, proporcionado por três fatores: baixo custo do material em si, rápida instalação e, por se tratar de um material impermeabilizante, dispensa essa etapa durante a construção da piscina.

Os revestimentos vinílicos também podem ser encontrados em diferentes cores e formatos, sendo de fácil limpeza e manutenção. Contudo, se houver algum dano ou furo no vinil, é preciso contratar uma empresa especializada para fazer os reparos.

revestimentos para piscina

Pedras

O uso de pedras para revestimento em piscinas ainda não é tão comum quanto os materiais citados acima, mas é uma boa pedida para quem busca originalidade, sofisticação e um efeito natural no ambiente.

Apesar do custo mais elevado, a estética proporcionada pelas pedras vem ganhando espaço e conquistando cada vez mais consumidores. Além disso, não absorvem calor e ajuda a manter a água em uma temperatura mais agradável.

Outra vantagem é que as pedras ajudam a definir o tom da água, podendo criar ambientes que lembram uma praia, por exemplo. As pedras também podem combinar com o restante do ambiente em que a piscina está instalada, colaborando para criar locais sofisticados, modernos e que dialoguem entre si.

As pedras para revestimento em piscina são pouco escorregadias, o que as torna uma excelente opção, também, para a borda das piscinas. Porém, apresentam maior grau de porosidade, o que favorece o acúmulo de sujeira. O ideal é conta com mão de obra especializada para realizar a limpeza.

revestimentos para piscina

Agora que você já conhece os principais tipos de revestimentos para piscina ficou mais fácil saber qual você irá utilizar em sua casa. Mas para garantir o sucesso do projeto, o ideal é contar com um profissional especializado que irá te ajudar a fazer a escolha certa.

 

Gostou do nosso artigo? Aproveite para nos seguir no Facebook e Instagram para ficar por dentro de nossas novidades.  

Tags: , ,

WhatsApp chat