Pedras naturais X Pedras industrializadas: qual é a melhor opção?

pedras naturais
Decoração, Revestimentos 23 de novembro de 2018

Pedras naturais X Pedras industrializadas: qual é a melhor opção?

A utilização de pedras naturais em projetos arquitetônicos remonta há mais de 4000 anos, quando civilizações antigas, como os sumérios e os egípcios, empregavam rochas calcárias para a construção de pirâmides e monumentos.

Mesmo após milênios, as pedras naturais ainda continuam como uma forte tendência no setor de construção civil e decoração de interiores. Com o aprimoramento da indústria, essas pedras passaram a ser melhores exploradas e são amplamente utilizadas em bancadas de cozinha, cubas de banheiro, pisos e revestimentos em geral.

No entanto, o desenvolvimento da indústria e o avanço tecnológico também permitiram que uma nova tendência fosse incorporada no setor: o uso de pedras industrializadas. Elas agregam mais tecnologia e, com isso, são capazes de oferecer um resultado final de maior qualidade.

Para fazer a escolha certa para o projeto de sua casa, escritório ou estabelecimento comercial, vamos explicar as principais diferenças entre pedras naturais e industrializadas. Confira!

Composição

O primeiro diferencial que devemos destacar entre as pedras é o tipo de composição que elas possuem. Enquanto as pedras naturais são geradas por processos naturais, como o próprio nome diz, e constituídas apenas por elementos encontrados na natureza, as pedras industrializadas apresentam elementos artificiais em sua composição, como cristais de vidro e poliéster.

No entanto, vale lembrar que cerca de 90% da composição destas pedras também é formado por agentes naturais que podem ou não sofrer um processo industrial para compor a pedra. Como exemplo, podemos citar o pó de mármore, que é resultado de uma técnica artificial para fabricar pedras industrializadas, como o marmoglass e nanoglass.

Resistência

A resistência das pedras para revestimento é uma característica que as torna propícias para diferentes tipos de instalação. Isso evita que as pedras sofram algum tipo de dano com o passar do tempo, garantindo que elas mantenham a mesma qualidade por longos anos. Tanto as pedras naturais quanto as industrializadas possuem, de maneira geral, um alto grau de resistência.

Mas se fizermos uma comparação mais aprofundada, veremos que as pedras naturais são menos resistentes. A ardósia, por exemplo, pode acabar descascando com o tempo. O mármore, se utilizado em cozinhas, pode acabar manchado por óleo, gorduras e frutas cítricas. Além disso, em ambientes com grande tráfego pode perder a qualidade em pouco tempo de uso. Os granitos de cores claras também podem manchar mais facilmente se instalados em banheiros e cozinhas.

Já as pedras industrializadas, por empregarem alta tecnologia no processo de fabricação, tem menos chances de sofrer com riscos, impactos ou manchas. As pedras ainda mais modernas garantem que o material ainda não sofra com a ação produtos químicos, mofo, abrasão e qualquer outro tipo de intempérie.

Durabilidade

Dependendo do local de instalação, as pedras naturais podem acabar sofrendo desgastes e prejudicar a qualidade do material. Muitos projetos que buscam revestimentos em pedras são pensados para décadas e, por isso, as pedras industrializadas acabam sendo a melhor opção.

Elas são extremamente duráveis e podem se manter intactas por uma vida inteira. Além disso, as chances de sofrerem algum tipo de desgaste são bem menores.

pedras naturais

Porosidade

Em muitos casos, a instalação de pedras para revestimento é realizada em cozinhas e banheiros. Como são ambientes úmidos, é extremamente importante que a pedra escolhida apresente um baixo grau de porosidade. E é aí que encontramos mais uma diferença entre as pedras naturais e industrializadas.

O mármore e o granito, apesar de serem pedras muito utilizadas nesses ambientes, podem não ser a opção mais recomendada. O mármore possui certo grau de porosidade e pode absorver água e outros resíduos líquidos com mais facilidade. O granito, por sua vez, possui baixa absorção de líquido, mas é preciso ficar atento à cor do material, já que os granitos de cores claras tendem a ser mais porosos.

Você não precisa ter essa preocupação se optar por pedras industrializadas. Elas possuem baixíssima porosidade e a maioria apresenta absorção nula de líquidos, sendo muito recomendadas para cozinhas, banheiros e ambientes externos. Mas é preciso ficar atento: algumas pedras artificiais como o quartzo e o Corian, por exemplo, são indicadas apenas para ambientes internos.

Visual

Quem deseja criar um visual uniforme e homogêneo pode ter dificuldade em encontrar pedras naturais que ofereçam esta condição. Isso porque essas pedras são criadas por processos naturais e não é possível alterar significativamente a aparência da pedra. O granito, por exemplo, não é tão homogêneo e dificulta a criação de um padrão uniforme no revestimento.

Já as pedras industrializadas apresentam um visual totalmente uniforme, com cores e texturas perfeitamente idênticos em todos os pontos da pedra. A variedade de cores permite que as pedras possam ser instaladas em diversos tipos de ambiente, contribuindo para criar um ambiente harmonioso e sofisticado.

Aplicabilidade

Diversas pedras naturais são de difícil acabamento, o que as torna impróprias para muitos ambientes e tipos de revestimento. A Slim Flex, no entanto, considerada um tipo de pedra natural, é dobrável e flexível, uma tecnologia inovadora não encontrada em nenhum outro tipo de pedra. Isso permite que ela seja instalada em ambientes curvos ou não lineares.

As pedras industrializadas apresentam maior versatilidade e possibilidade de acabamentos detalhados, tornando as pedras perfeitas para garantir requinte, sofisticação e beleza aos ambientes. Mas nem todas as pedras da categorias permitem um acabamento detalhado. O marmoglass, por exemplo, é um material de difícil acabamento, portanto em locais que exigem um acabamento mais detalhado, a pedra pode tornar o processo bastante dificultoso.

Sustentabilidade

Mais um fator que diferencia as pedras industrializadas das naturais é a questão da sustentabilidade. No primeiro caso, por não haver necessidade de extração das rochas do solo, há uma maior preservação do meio ambiente, o que faz com que a produção de pedras industrializadas contribua para a sustentabilidade ambiental.

pedras naturais

Seja optando por pedras naturais ou pedras industrializadas, o uso desses materiais, em áreas internas ou externas de casas e estabelecimentos comerciais, contribui para dar uma cara totalmente nova ao ambiente, deixando-o muito mais elegante e sofisticado.

A escolha do tipo de pedra a ser utilizado vai depender do local em que você deseja colocá-las, da decoração que você quer no ambiente e o preço que você está disposto a pagar. Independente do tipo, garantimos que a utilização de pedras para revestimento fazem toda a diferença para o resultado final de seu projeto.

Se o que você está buscando é sofisticação, qualidade e custo-benefício, nossa indicação é optar pelas pedras industrializadas. Além disso, como um revestimento em pedras é algo que pode durar a vida inteira, esse tipo de pedra acaba se tornando uma excelente opção, por ser extremamente durável e resistente.

A Fabricati conta com o Super Nano Prime, a 4ª e mais recente geração do nanoglass e a Slim Flex, uma pedra natural e flexível. Entre em contato e solicite uma cotação sem compromisso. Será um prazer lhe atender!

Tags: , , ,

WhatsApp chat